Você está aqui: Página Principal

MPs realizam audiência pública para discutir consequências do rompimento de barragem da Samarco

Os Ministérios Públicos do Estado do Espírito Santo (MPES), Federal (MPF/ES) e do Trabalho (MPT/ES) realizam nesta quinta-feira, 17 de dezembro, a audiência pública “O rompimento das barragens da Samarco e suas consequências para os municípios atingidos”. O evento acontecerá na Câmara Municipal de Colatina, a partir das 18 horas. Toda a sociedade está convidada a participar. Também será colocado um telão do lado de fora da Câmara para que mais pessoas possam acompanhar a audiência.
 
A intenção é discutir a situação dos municípios atingidos e do Rio Doce após o desastre ambiental provocado pelo rompimento das barragens da mineradora Samarco, em Minas Gerais. Os representantes da empresa poderão explicar na audiência pública as providências já adotadas e outras medidas que serão executadas para minimizar os impactos da chegada da lama com rejeitos na bacia do Rio Doce e para a população local, principalmente no que se refere ao abastecimento de água nos municípios atingidos.
 
Além da Samarco e da Vale, foram convidados a participar da audiência a Defensoria Pública; representante dos poderes públicos municipais, estadual e federal; sindicatos e entidades representantes da sociedade civil, como associações de pescadores, moradores e trabalhadores.