Você está aqui: Página Principal

Moradores terão de prestar esclarecimentos por não combater focos de Aedes aegypit

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça Cível de Vitória, notificou 28 moradores da capital para prestar esclarecimentos em relação a irregularidades por parte dos munícipes no combate à proliferação do mosquito Aedes aegypit, transmissor da Dengue, da Febre Chikungunya e do Zika Vírus. Os donos dos imóveis foram notificados a comparecer na sede da Promotoria de Justiça no dia 28 de janeiro, às 13h30. Em caso de não comparecimento sem justificativa, será requisitada a condução coercitiva pelas polícias Civil ou Militar, ressalvadas as prerrogativas previstas em Lei.
 
A lista com os nomes dos moradores reincidentes no não-combate ao mosquito foi encaminhada ao MPES pela Prefeitura de Vitória. Caso não haja mudança de atitude por parte dos donos dos imóveis, eles poderão ser alvo de ação penal por danos morais à coletividade.