Você está aqui: Página Principal

Gustavo Modenesi Martins da Cunha toma posse como Procurador de Justiça do MPES

Gustavo Modenesi Martins da Cunha tomou posse como procurador de Justiça do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) na quinta-feira (18/02). A sessão solene foi realizada no auditório da Procuradoria-Geral de Justiça, em Vitória. Além do procurador-geral de Justiça do MPES, Eder Pontes da Silva, estiveram presentes e fizeram parte da mesa solene o governador do Estado, Paulo Hartung; o vice-governador, César Colnago; o conselheiro do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), juiz Sergio Ricardo de Souza; o desembargador do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES), José Paulo Calmon Nogueira da Gama; o desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), Júlio Cesar Gutierrez; e o presidente da Associação Espírito-Santense do Ministério Público (AESMP), Adelcion Caliman.

Gustavo Modenesi foi promovido por merecimento para ocupar a vaga aberta com a aposentadoria do procurador de Justiça José Adalberto Dazzi. Ele assumiu como 16º procurador de Justiça Criminal. A escolha do nome dele para ocupar o cargo foi feita em votação unânime realizada pelo Conselho Superior do Ministério Público, no dia 2 de dezembro.

O novo procurador de Justiça agradeceu, no discurso de posse, a todos os presentes e fez referência ao lema da bandeira do Estado do Espírito Santo. “Agradeço a Deus, aos meus pais, a minha esposa Susana, aos meus filhos Amanda e Lucas, aos parentes e amigos, por todo apoio. Que a frase expressa na bandeira do nosso Estado, 'Trabalha e Confia', possa continuar a nos nortear para um contínuo processo de construção de um mundo com mais igualdades e menos disparidades."

A sessão, que lotou o auditório da Procuradoria-Geral de Justiça do MPES, contou também com a presença de juízes, desembargadores, procuradores de Justiça e promotores de Justiça.

A procuradora de Justiça Carla Viana Cola discursou representando o Colégio de Procuradores do MPES e conclamou o novo procurador a cooperar para o crescimento da instituição. “A conduta irretocável e as qualidades intelectuais do novo procurador de Justiça Gustavo Modenesi Martins da Cunha, fizeram que o mesmo galgasse o mais alto cargo de nossa instituição, sendo merecedor desta justa promoção. Ao receber esta nova indumentária, que lhe acompanhará em todas as sessões deste Colegiado, a nossa instituição lhe propõe outros desafios. Além da atividade processual, que é natural e inerente ao cargo de procurador de Justiça, se espera do membro do Ministério Público de 2º grau a cooperação necessária para fortalecimento da instituição, que hoje já põe em prática os necessários conceitos modernos de gestão estratégica”, destacou.

Já o presidente da AEMSP, Adelcion Caliman, destacou a brilhante carreira do procurador de Justiça empossado. “Por onde passou, doutor Gustavo defendeu os direitos da sociedade, representando muito bem o nosso Parquet. Sempre procurou ouvir mais que falar e sempre teve uma atuação voltada, acima de tudo, para a sociedade. Por isso, deixo, em nome da nossa associação, o nosso parabéns ao procurador de Justiça Gustavo”, disse.

No encerramento, o procurador-geral de Justiça, Eder Pontes da Silva, deu as boas-vindas ao novo membro do Colégio de Procuradores de Justiça e enalteceu o trabalho desenvolvido, ressaltando que, sem dúvida, Gustavo Modenesi vai enaltecer ainda mais o nome da instituição. "Todos sabemos da sua competência e inteligência. Com certeza, essas e tantas outras qualidades contribuirão para que tenhamos um crescimento institucional ímpar", elogiou.

Currículo
 
Modenesi é formado pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Ingressou no MPES em 1992, tendo atuado como promotor de Justiça substituto em diversas comarcas do Interior do Estado e como promotor de Justiça Titular no Interior e também na Grande Vitória, onde atuou na Promotoria de Justiça Cível da Serra e nas Promotorias de Justiça Cível e Criminal de Vila Velha. Também foi dirigente dos Centros de Apoio da Infância e da Juventude (CAIJ) e Criminal (CACR), trabalhou na Assessoria Jurídica do procurador-geral de Justiça e na Assessoria da Corregedoria-Geral.