Você está aqui: Página Principal

MPES pede a condenação de prefeito de São Domingos do Norte por envolvimento em homicídio

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Procuradoria de Justiça Especial, ajuizou denúncia em face do prefeito de São Domingos do Norte, José Geraldo Guidoni; e de Antônio Sperandio Cott, funcionário da empresa Mineração Guidoni LTDA, de propriedade do prefeito; pelo crime de homicídio qualificado de Carlos Rotiman Barcelos Alves, em 2011. A denúncia apontou que o atual prefeito e o funcionário cometeram o crime após atrair a vítima para uma emboscada.

De acordo com os autos, os denunciados mataram Carlos Rotiman usando uma arma de fogo na empresa de propriedade do atual prefeito, onde a vítima teria uma reunião para discutir uma proposta de transferência de local de trabalho. Conforme apurado, o crime ocorreu no dia 13 de agosto de 2011. A Polícia Militar de Governador Lindenberg encontrou, por volta das 9h20, na localidade de Alto Santa Catarina, numa estrada vicinal que liga Graça Aranha a Córrego Paranazinho, o corpo de Carlos carbonizado num veículo que ainda estava em chamas.

A denúncia destaca que, no dia marcado para a reunião, Carlos chegou à empresa às 7h40 num Astra GM e deixou o local às 9 horas, mesmo horário de saída de uma Ford Ranger que era conduzida por José Geraldo e que tinha como carona Antônio Carlos. Os automóveis foram vistos trafegando em alta velocidade pela zona rural de São Domingos do Norte até chegarem à localidade de Alto Santa Catarina, onde a vítima foi morta. A Ford Ranger retornou ao pátio da mineradora às 9h40, desta vez conduzida por Antônio Carlos tendo como carona José Geraldo.
 

Veja a denúncia