Você está aqui: Página Principal

OPERAÇÃO CARTA MARCADA - NOTA 2

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo, por meio do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), deflagrou hoje (27/09) a operação “CARTA MARCADA” nos municípios de São Gabriel da Palha, Vila Valério, Barra de São Francisco, Águia Branca, São Domingos do Norte, Colatina e Nova Venécia. O objetivo é apurar suspeitas de fraudes na emissão de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) envolvendo servidores da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de São Gabriel da Palha e proprietários e funcionários de autoescolas dos municípios onde a operação foi realizada.

O nome da operação faz referência à palavra “carta”, como a CNH também é popularmente conhecida. O MPES apura prejuízos aos cofres públicos com a facilitação na aplicação do exame de direção. As investigações começaram em 2014.

Durante a operação, foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão e nove mandados de condução coercitiva, deferidos pela 2ª Vara Criminal de São Gabriel da Palha. O objetivo foi apreender documentos, computadores, mídias e outros equipamentos e materiais, para apurar a prática, em tese, dos crimes de associação criminosa, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, entre outros, envolvendo agentes públicos e particulares.

As investigações estão sendo conduzidas por cinco promotores de Justiça com auxílio da Promotoria de Justiça de São Gabriel da Palha e da Polícia Militar. Participaram da operação 26 Policiais Militares, além de outros servidores. As diligências transcorreram de forma tranquila e sem incidentes.  Após o cumprimento dos mandados, os membros do MPES iniciaram a análise de documentos e dados apreendidos e tomaram declarações dos investigados, testemunhas e informantes.

Veja fotos da Operação:

Foto 1

Foto 2

Foto 3

Foto 4

Saiba mais