Você está aqui: Página Principal

Vereador de Castelo tem diploma eleitoral cassado

Com base em representação eleitoral por captação ilícita de votos apresentada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), a Justiça Eleitoral cassou o diploma eleitoral do vereador de Castelo Cristiano Dias Vitelli e o condenou ao pagamento de multa de 5 mil VRTEs (Valores de Referência do Tesouro Estadual), correspondentes a R$ 15.932,50.  Segundo o MPE, o vereador se ofereceu para pagar as despesas com o conserto do veículo de uma eleitora, em troca de votos. A decisão também condena uma assessora de campanha do vereador ao pagamento de 1000 VRTEs (R$ 3.186,50). Ela foi acusada de entregar R$ 70 para a compra de remédio para família de uma eleitora, em troca de votos.
 
De acordo com os autos, o proprietário do veículo confirmou que o conserto, no valor de R$ 120, foi pago pelo então candidato a vereador, que também autorizou a realização do serviço. Em relação à assessora, ela estava acompanhada do candidato quando entregou o valor para a compra do medicamento, fato foi confirmado por testemunhas e fotografias.