Você está aqui: Página Principal

Audiência solicitada pelo MPES define soluções para o Hospital Infantil de Vitória

Na audiência de mediação em caráter de urgência requerida pelo Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça Civel de Vitória, foi fechado um acordo não definitivo para sanar de imediato questões mais urgentes no Hospital Infantil de Vitória. Foi definido que o setor do pronto-socorro da unidade vai funcionar até o mês de julho nas dependências do antigo hospital São Lucas, no Hospital da Polícia Militar (HPM). A audiência foi realizada na quinta-feira (18/05).

Também foi acertado que o setor de Oncologia será transferido para o mesmo local, no prazo de seis meses. Nesse período, com a saída desses dois setores, a Secretaria de Estado da Saúde vai apresentar o projeto para ampliação de leitos e serviços e melhorias do Hospital Infantil. Uma nova audiência será realizada em 90 dias para acompanhamento do que está sendo feito e para a apresentação de uma solução definitiva do Hospital Infantil de Vitória.

A audiência foi realizada no bojo do processo aberto a partir de ação civil pública ajuizada pelo MPES e foi conduzida pelo Juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública Estadual de Vitória, com a presença do MPES, do secretário de Estado da Saúde, acompanhado de Procuradores do Estado e da Defensoria Pública Estadual. Na ação, o MPES requer a construção de um novo hospital infantil. 

Na sexta-feira (19/05), integrantes do MPES, da Secretaria de Estado da Saúde, Hospital Infantil de Vitória, Defensoria Pública e Associação Capixaba Contra o Câncer Infantil (Acacci) visitaram o HPM para avaliar as condições dos locais para onde serão transferidos o pronto socorro e, posteriormente, o setor de Oncologia do Hospital Infantil.