Você está aqui: Página Principal

Júri de vereador de Mimoso do Sul que mandou matar cunhado é transferido

A Justiça deferiu pedido do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) e desaforou o júri do vereador de Minoso do Sul José Jardel Astolpho. Para o MPES, o desaforamento foi necessário diante de denúncias de ameaças praticadas pelo vereador contra testemunhas e jurados. O júri será no dia 13 de novembro, a partir das 9 horas, em Vila Velha.

O réu é acusado de ser o mandante da morte do próprio cunhado, o empresário Sebastião Almeida do Rosário. O crime ocorreu em junho de 2008 em Mimoso do Sul e foi supostamente motivado por uma dívida de R$ 200 mil envolvendo a prefeitura e o posto de gasolina em que eram sócios. A vítima estaria fazendo constantes cobranças ao vereador, que já teria recebido o pagamento e não havia repassado sua parte.