Você está aqui: Página Principal

Vereador de Jaguaré é afastado por exigir dinheiro de assessora

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça Cumulativa de Jaguaré, denunciou um vereador do município por exigir pagamentos da assessora parlamentar para mantê-la no cargo. A assessora foi procurada pelo denunciado, alegando que estava em uma situação financeira difícil e, se vendo sem outra opção, contraiu um empréstimo e repassou os valores para o político.
 
A Justiça já determinou, em medida cautelar, o afastamento do vereador. Ele foi denunciado na Ação Penal pela prática dos crimes de corrupção passiva (artigo 317, caput, do Código Penal) e lavagem de capitais (artigo 1º, caput da Lei 9.613/1998).