Você está aqui: Página Principal

Vereador responderá por contratar a própria banda para tocar no município

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Nova Venécia, ajuizou uma Ação Civil Pública (ACP) em face do vereador Ronaldo Mendes Barreiros e do prefeito Mário Sérgio Lubiana por ato de improbidade administrativa.  Também foram denunciados na ACP os músicos Sérgio Rotta, Maurilio Rotta e Maurício Rotta que, junto ao vereador Ronaldo Barreiros, integram a banda Irmãos Capixabas, e o representante do grupo, João Lennon Rotta.
 
O vereador Ronaldo Barreiros, para manter o status e garantir prestígio e popularidade política, utilizou-se do cargo de presidente do Legislativo Municipal, para nomear na Casa Legislativa, João Lenonn Rotta, representante exclusivo da banda. O prefeito de Nova Venécia, Mário Sérgio Lubiana, homologou e adjudicou os procedimentos de inexigibilidade de licitação, fez as contratações, ordenou a despesa e efetuou os pagamentos ao representante do grupo, facilitando ou concorrendo para a incorporação ao patrimônio particular verbas e valores integrantes do acervo patrimonial do município.
 
O MPES requer a condenação dos requeridos em dano moral coletivo em valor suficiente à reprovação das condutas. Além disso, que seja determinada a notificação do município de Nova Venécia para integrar a lide na qualidade de litisconsorte ativo.