Você está aqui: Página Principal

Alimentos arrecadados no “Pedalaço pela Paz” são entregues na Grande Vitória

As seis toneladas de alimentos não perecíveis arrecadadas no evento “Pedalaço pela Paz – Conte até 10” foram doadas a entidades sociais da Grande Vitória e ao Banco de Alimentos da capital. Entre as entidades contempladas, estão a Instituição Filantrópica Caminho da Luz em São José (Vitória) e o Orfanato São Francisco (Serra).
 
O evento é realizado desde 1999 e tem o objetivo de promover a conscientização da cultura pela paz e orientar a direção segura no trânsito. Neste ano, cinco mil ciclistas atravessaram a Terceira Ponte nos dois sentidos, em mais de duas horas de pedalada.  O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) participa desde 2013.  Em 19 anos, foram arrecadadas 80 toneladas de alimentos.
 
Apenas o Banco de Alimentos recebeu mais de 1,5 tonelada em doações em 2018.  Os beneficiários são pessoas de baixa renda cadastrados no Programa Bolsa Família e as redes de serviço municipais (Centro de Convivência para a Terceira Idade, Centro de Referência da Assistência Social (Cras), Centro de Referência para Pessoa com Deficiência (CRPD), entre outras).
 
“É legal ver o olhar de reciprocidade do cidadão. Estamos vivendo um momento muito ruim, por conta da crise. Muita gente está precisando cada vez mais de ajuda do próximo. A fome cresceu no Brasil nos últimos anos. A importância da doação de alimentos se torna ainda mais valiosa”, informou o presidente da Comissão de Eventos da Prefeitura de Vitória, Marcos Delmaestro.
 
Outra beneficiada pelos alimentos arrecadados a Instituição Filantrópica Caminho da Luz ajuda famílias carentes da região da Grande São Pedro. A entidade assiste esse público com doação de mini cestas básicas mensalmente, almoços comunitários a cada quinze dias, oferta de curso de informática e de trabalhos manuais e aulas esportivas. Todas as atividades são gratuitas e incluem crianças, adolescentes e adultos.
 
“Qualquer doação é de uma alegria imensa. Se a gente ganha roupas, logo realizamos um bazar. Se ganhamos pão, providenciamos para o lanche que é realizado todas as terças e quintas-feiras à tarde. Aproveitamos tudo muito bem”, conta a coordenadora-geral da instituição.
 
O dirigente do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf) do MPES, Pedro Ivo de Sousa, acredita que, ano após ano, o evento deixa uma marca no coração das cidades. “Continuamos na luta pela conscientização de quem participa. É preciso dar um basta à violência em todas as nuances e variações. Precisamos respeitar as mulheres, crianças e idosos, porque somos todos iguais e assim poderemos construir uma sociedade mais justa e humana”, ressaltou o promotor de Justiça.
 
O evento faz parte da campanha nacional “Conte até 10. Paz. Essa é a atitude”, que promove ações de conscientização para a redução de crimes praticados por motivos banais e busca incentivar atitudes que ajudem a reverter os altos índices de violência, em especial no Espírito Santo. A campanha é realizada pelo MPES, por meio do Centro de Apoio Operacional Criminal (CACR).