Você está aqui: Página Principal

Operação Monticello - Nota 2

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Linhares, em conjunto com o 12º Batalhão de Polícia Militar (PM), deflagrou na quinta-feira (01/11) a chamada Operação Monticello. O objetivo foi desarticular uma organização criminosa que atuava no tráfico de drogas. Foram cumpridos oito mandados de prisão e 12 mandados de busca e apreensão, todos em Linhares. Além das oito prisões, um casal foi preso em flagrante.
 
 
Participaram da operação 34 policiais militares com apoio de 11 viaturas. Foram apreendidos 28 quilos de maconha, duas armas e uma moto usada pelos traficantes. Os presos e o material apreendido foram levados para a Promotoria de Justiça de Linhares. Posteriormente, os presos foram encaminhados para a Delegacia Regional de Linhares.
 
A operação teve início em agosto, por meio da atuação conjunta do MPES e do Serviço de Inteligência da PM. Desde o início das investigações, que resultaram na operação deflagrada hoje, já foram apreendidos 83 quilos de maconha.
 
O promotor de Justiça responsável pela Operação Monticello, Bruno de Freitas Lima, exaltou o trabalho conjunto do MPES e Polícia Militar. “Esse grupo está no radar da polícia e do MPES há algum tempo, mas formalmente começamos a investigá-lo no meio do ano. Conseguimos montar o quebra-cabeça dessa organização criminosa e então deflagramos a operação, que foi bastante exitosa”, avaliou.
 
O promotor de Justiça e o comandante da PM em Linhares, tenente-coronel Lozer, pediram para a população aproveitar os canais de denúncia para informar o que acontece nos bairros. “A gente conclama a população para denunciar qualquer movimentação diferente, além de pessoas e carros estranhos próximos de suas residências. A população tem o dever de nos informar pelo Disque-Denúncia 181, por exemplo”, disse o tenente-coronel.?