Você está aqui: Página Principal

MPES participa de debate ‘Mulheres atingidas pela lama na luta por direitos’

Para ouvir, compreender e dar visibilidade às mulheres vítimas do rompimento da Barragem de Fundão, ocorrido em novembro de 2015, o Grupo Interinstitucional em Defesa do Rio Doce realizou um debate, na Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), na terça-feira (12/03), com o tema “Mulheres atingidas pela lama na luta por direitos”. O grupo é composto pelo Ministério Público do Espírito Santo (MPES), Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), Ministério Público Federal, Defensoria Pública do Estado do Espírito Santo, Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais e Defensoria Pública da União.

O MPES foi representado no evento pelas promotoras de Justiça Mônica Bermudes Medina Pretti, coordenadora do Grupo de Trabalho de Recuperação do Rio Doce (GTRD) do MPES; Elaine Costa de Lima, integrante do GTRD e dirigente do Centro de Apoio Operacional Cível e de Defesa da Cidadania (CACC); e Cláudia Santos Albuquerque Garcia, coordenadora do Núcleo de Enfrentamento às Violências de Gênero em Defesa dos Direitos das Mulheres (Nevid). “O evento foi muito significativo no sentido de trazer mais visibilidade ao tema e de chamar atenção para as mulheres atingidas, que não são reconhecidas”, salientou a coordenadora do GTRD, Mônica Bermudes. 

O evento, realizado por ocasião do Dia da Mulher, teve como objetivo construir um documento com as reivindicações das mulheres atingidas pelo rompimento da barragem de rejeitos de minério de ferro da Samarco, ocorrido em 2015, em Mariana, Minas Gerais. O desastre atingiu Rio Doce e, dessa forma, a lama de rejeitos chegou ao Espírito Santo. O documento será levado ao poder público e para Fundação Renova, responsável por gerir os processos de reparação e compensação social, econômica e ambiental das regiões impactadas pela lama. 

Veja as fotos. 
Créditos: Divulgação e Ellen Campanharo/Comunicação Ales

Veja também: Pesquisa na Bacia do Rio Doce retrata situação das mulheres atingidas