Você está aqui: Página Principal

PGJ Itinerante chega a Linhares

Teve início na terça-feira (19/03) a segunda edição do projeto PGJ Itinerante. Desta vez, o procurador-geral de Justiça, Eder Pontes da Silva, visitou Linhares, com o gabinete itinerante. O foco da visita foi o Rio Doce e o planejamento voltado para a atividade fim.

Confira as fotos.

“Precisamos compreender o quão necessário é o planejamento e a estratégia de atuação. O propósito do PGJ Itinerante é de atuar administrativamente à distância e despachar todos os expedientes a cargo do gabinete. Além disso, o projeto tem como objetivo manter a interlocução por meio de conversas e debates com os membros a fim de compreender a dimensão das atividades de cada um”, disse o procurador-geral de Justiça.

Pela manhã, uma reunião na Promotoria de Justiça de Linhares, teve a participação de membros e servidores. Também foi feita a apresentação de uma palestra que tratou do Planejamento Estratégico e Novas Tendências para a instituição. Nesta edição, a meta do PGJ Itinerante é certificar o Propad e atuar com foco no desastre ambiental do Rio Doce. “A partir desse caso, é necessário desenvolver uma cultura de gestão estratégica, chegando até às Promotorias de Justiça, que é onde, de fato, o Ministério Público acontece diretamente para o cidadão”, ressaltou a secretária-geral do Gabinete do PGJ e coordenadora da Assessoria de Gestão Estratégica (AGE), promotora de Justiça Luciana Gomes Ferreira de Andrade.

Confira o vídeo do primeiro PGJ Itinerante

Oficina

Na parte da tarde foi realizada uma oficina: “Definição e ideação de estratégias”. O objetivo foi pensar de forma prática o que é gestão, planejamento, estratégia e projeto, a partir do desastre ambiental do Rio Doce. Dessa forma, as atividades desenvolvidas pelos membros da AGE buscam pensar um novo paradigma de estratégia dentro do MPES, por meio da construção coletiva.

O caso do Rio Doce também indica a necessidade de maior preparo, profissionalismo e organização das instituições. Sendo assim, o MPES tem capitaneado esse trabalho por meio de um grupo de promotores de Justiça de Colatina, Baixo Guandu, Linhares e Marilândia.

Também na parte da tarde, o procurador-geral de Justiça fez atendimento a autoridades dos municípios de Linhares e Jaguaré. Trataram de assuntos pertinentes ao gabinete e ao trabalho desenvolvido pelo MPES.

Foi feita uma visita ao fórum municipal, onde o PGJ e a equipe do gabinete foram recepcionados por diversos magistrados. O PGJ falou da importância de se manter um bom diálogo entre as instituições, para que se possa ofertar um melhor trabalho para a sociedade capixaba. “Só com um trabalho conjunto, sempre com essa perspectiva de atendimento à população, poderemos oferecer o melhor de nós. Temos esse mesmo viés e pretendemos estreitar os laços para esse fim”, disse.

O projeto PGJ Itinerante está ligado ao objetivo estratégico “promover um bom ambiente de trabalho e orientado a resultados”, em consonância também com os objetivos de “fortalecer a comunicação com a sociedade”, e “promover a atuação integrada com os setores público, privado e sociedade civil”.