Você está aqui: Página Principal

OPERAÇÃO “ECO DO INHAMBU” – NOTA 3

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-Norte) e da Promotoria de Justiça de Ecoporanga, informa que foi preso no município da Serra um dos empresários que teve a prisão decretada na quarta fase da Operação “Varredura”, denominada “Eco do Inhambu”, e que estava foragido. Ele foi encaminhado para a Penintenciária Regional de Linhares (PRL). Ainda existe um mandado de prisão em aberto contra outro empresário, que está foragido desde a deflagração da operação, em 06/06.
 
 
Um vereador de Ecoporanga também foi preso temporariamente durante a deflagração da Operação “Eco do Inhambu”, realizada nos municípios de Ecoporanga e São Gabriel da Palha. O vereador foi encaminhado para o PRL.
 
Também foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão na sede da Prefeitura e da Secretaria de Meio Ambiente de Ecoporanga e na residência dos investigados, em ambos os municípios. Os integrantes do MPES analisam os documentos, celulares e computadores que foram apreendidos. Está em apuração a prática de crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, formação de quadrilha, fraude à licitação e tráfico de influência.
 
Foram constatadas fraudes em contratos no setor de coleta e tratamento de lixo em diversos municípios do Norte e Noroeste do Estado.