Você está aqui: Página Principal

MPES integra o Centro Socioeducativo

“É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã”. Foi citando a letra da música “Pais e filhos”, de Renato Russo, do grupo Legião Urbana, que o procurador-geral de Justiça, Eder Pontes da Silva, saudou a inauguração do Centro Integrado de Atendimento Socioeducativo (Ciase), em Vitória, pelo Governo do Estado. Para ele, adolescentes em conflito com a Lei devem receber toda a atenção necessária para que retornem ao convívio social sem reincidências. Em seu discurso na solenidade, ele também ressaltou a importância da inauguração do local como um empreendimento moderno, eficaz, de agilidade e rapidez que a população necessita.
O MPES, por meio das promotorias de Justiça da Infância e Juventude, vai integrar o Ciase, com o Poder Judiciário, por meio das Varas da Infância e Juventude; a Delegacia do Adolescente em Conflito com a Lei (Deacle); a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp); a Defensoria Pública; e o Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases). Localizado no bairro Mário Cypreste, em Vitória, o Ciase vai assegurar o atendimento rápido, individualizado e eficaz aos adolescentes aos quais se atribui a autoria do ato infracional.
Além do procurador-geral de Justiça, a inauguração teve a participação do governador Renato Casagrande e representantes do MPES, do Poder Judiciário, da Deacle, da Sesp e da Defensoria Pública, além de diretores e técnicos do Iases, convidados e autoridades.
A solenidade foi aberta com a apresentação musical de um grupo de sete adolescentes da Unidade Feminina de Internação (UFI), denominado “Coral Gentileza”, que apresentou o Hino do Espírito Santo e músicas tocadas em violões com a regência do professor da Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames) Flederson Tavares.
 “Será feito neste local um trabalho integrado, muito mais acessível e imprescindivelmente mais valoroso com relação ao serviço realizado em conjunto. O Ciase colabora com a busca de um melhor fluxo no sistema socioeducativo, facilitando o relacionamento com este adolescente e buscando impedir que permaneça internado quando a lei não exigir. Além disso, estamos cuidando para que o socioeducandotenha mais chances de não cair na reincidência”, declarou o governador Renato Casagrande.
(Com informações de Éricka Almeida - Assessoria de Comunicação/Iases. Fotos: Tiago Guimarães)