Você está aqui: Página Principal

MPES promove workshop “Tipologias de lavagem de dinheiro: Operação Lava Jato”

Com o objetivo de promover a capacitação de membros e servidores da instituição para o combate à lavagem de dinheiro, o Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do Laboratório de Tecnologia Contra Lavagem de Dinheiro (LAB-LD) e do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), realizou na sexta-feira (27/09) o workshop “Tipologias de lavagem de dinheiro: Operação Lava Jato”. O evento lotou o auditório da Procuradoria-Geral de Justiça, em Vitória.

Conduzido pelo coordenador do LAB-LD do MPES, promotor de Justiça Rafael Calhaus Bastos, o workshop teve a presença do subprocurador-geral de Justiça Institucional, Alexandre José Guimarães, representando o procurador-geral de Justiça, Eder Pontes da Silva.

O coordenador da força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro, o procurador da República Eduardo El Hage, e a também procuradora da República Marisa Varotto Ferrari falaram dos “Aspectos Práticos de Lavagem de Dinheiro”. Dois doleiros colaboradores premiados na Operação Lava Jato palestraram destacando a “Tipologia de lavagem de dinheiro”.

O promotor de Justiça Rafael Calhau Bastos ressaltou a importância do workshop para que o trabalho ministerial produza provas cada vez mais robustas no combate ao crime. “Com as tipologias e experiências transmitidas, nós conseguimos utilizar esses mesmos mecanismos, adaptar à nossa realidade e verificar essas ocorrências dentro das investigações que temos em curso no Ministério Público e nas análises dentro do Laboratório de Tecnologia Contra Lavagem de Dinheiro (LAB-LD). Essa transferência de experiência é muito importante”, afirmou o coordenador do LAB-LD do MPES.  

O Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro (LAB-LD) do MPES foi criado para dar suporte a investigações e análises complexas, como o combate à sonegação fiscal, à corrupção e à lavagem de dinheiro.

Foto 1

Foto 2