Você está aqui: Página Principal

Eder Pontes destaca engajamento contra a corrupção em reunião com a Transparência Internacional

O procurador-geral de Justiça, Eder Pontes da Silva, ressaltou a importância do combate à corrupção e do engajamento da sociedade civil na luta para o enfrentamento desse problema que ainda assola o país. Ele se reúne amanhã (22/11) com os representantes da Transparência Internacional - Brasil para tratar do projeto “Integridade nos Estados Brasileiros”. A solenidade, na sede do MPES, em Vitória, terá as presenças do diretor-executivo e da coordenadora da organização, Bruno Brandão e Nicole Verillo.

“A bandeira do Ministério Público brasileiro é o enfrentamento à corrupção, que não é uma tarefa fácil. O Brasil aparece como destaque negativo no ranking dos países com os maiores índices de corrupção. Nós estaremos sempre dispostos, com as nossas portas abertas, a interagir e formar um só corpo para o enfrentamento desse mal. Só assim, vamos conseguir viver num Brasil melhor”, destacou Eder Pontes, durante solenidade de adesão do Espírito Santo ao projeto da Transparência Internacional - Brasil, no Palácio Anchieta, na quinta-feira (21/11).

O procurador-geral de Justiça lembrou que o Ministério Público capixaba há três anos permanece em primeiro no lugar no ranking da transparência do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Destacou também que o combate à corrupção no Espírito Santo é uma meta contínua da instituição e que esse trabalho tem dado resultados visíveis, servindo de modelo para outros Estados.

O evento, conduzido pelo governador Renato Casagrande, contou com as presenças de promotores de Justiça do MPES e de servidores da instituição. Os dirigentes do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Patrimônio Público (CADP), promotor de Justiça Lidson Fausto da Silva; do Centro de Apoio Operacional Eleitoral (Cael), promotor de Justiça Francisco Martinez Berdeal; do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), promotor de Justiça Hermes Zaneti Júnior; o presidente da Associação Espírito-Santense do Ministério Público (AESMP), promotor de Justiça Pedro Ivo de Sousa; e a gerente de Controle Interno do MPES, Mariana Covre, prestigiaram a solenidade.

A gerente de Controle Interno do MPES, Mariana Covre, inclusive, foi escolhida para um seleto grupo, formado por três servidores públicos, que vai participar de um módulo de capacitação e troca de experiência em Copenhague, na Dinamarca, em dezembro deste ano, promovido pela Transparência Internacional – Brasil.

Projeto

O Espírito Santo foi um dos sete Estados selecionados para a implantação da iniciativa, ao lado do Ceará, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rondônia e Santa Catarina. O projeto foi lançado em outubro pela Transparência Internacional - Brasil em parceria com as embaixadas da Dinamarca e do Canadá, e tem por objetivo ajudar os governos estaduais a desenvolverem planos de enfrentamento da corrupção e promoção da integridade.

O Estado foi o primeiro a assinar o acordo de cooperação técnica com a Transparência Internacional - Brasil. Com isso, poderá ter acesso a um diagnóstico de integridade, que consiste em uma avaliação do ambiente institucional e normativo, no que se refere à integridade, anticorrupção e transparência, entre outras ações.

Veja mais informações do projeto “Integridade nos Estados Brasileiros”.