Você está aqui: Página Principal

MPES realiza reunião com Petrobras e moradores para discutir vazamento de gás

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça do Meio Ambiente e Urbanismo de Vitória, realizou uma reunião referente ao procedimento que apura o vazamento de gás da empresa Petrobras. A reunião foi realizada na terça-feira (23/06), na sala da 12ª Promotoria de Justiça Cível de Vitória.
 
Participaram da reunião o promotor de Justiça Marcelo Lemos Vieira, o agente técnico do Centro de Apoio Operacional da Defesa do Meio Ambiente (Caoa) Eliezer Cunha, representando o MPES; Daniel Augusto Harres, Antonio Sérgio Dágola, Jaqueline Loureiro Del Puppo, Marcela Duarte Lucas e Evaldo de Almeida Junior, representando a Petrobras; e Tiago RoconZanetti e Diogo Paiva Faria representando o Condomínio Chácara do Paraíso.
 
A reunião foi solicitada pela Petrobras, para prestação de esclarecimentos sobre vazamentos de gás na sede da empresa em Vitória. O episódio ocorreu em 2012 e a empresa explicou que os gases da chaminé da central de ventiladores estava retornando para o interior, o que elevou a concentração de metano e monóxido de carbono. De acordo com a empresa, foram tomadas providências e o fato não se repetiu mais. Foram feitas medições em diversos horários do dia e, segundo a empresa, não existe mais risco.
 
Porém, os moradores do condomínio informaram que ainda sentem cheiro de gás. Em função disso, a Petrobras forneceu um telefone para sejam avisados quando o fato ocorrer e a empresa faça a medição e avalie a procedência dos gases.
 
Ficou decidido que será marcada uma nova reunião na Petrobras, com os moradores e com a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMMAM) para continuar o debate envolvendo o tema e para a apresentação de relatórios. A Petrobras vai checar ainda a possibilidade de disponibilizar as medições online.CADP - Principal